segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Rádio AM em FM deverá ocorrer após desativação da TV Analogica

Por Editor do Site:

Pro rádio seria bom, recorda-se que os primeiros MP3 Players fabricados, tinham uma função que poderia ouvir a faixa de 76MHZ a 88 MHZ que é conhecida a faixa japonesa. O portal Tudo Rádio fez uma excelente matéria sobre o assunto:

Fonte e Creditos:

Tudo Rádio

Rádio AM em FM deverá ocorrer após a desativação da TV analógica


Recentemente o Tudo Rádio noticiou a intenção de várias entidades brasileiras ligadas a comunicação em apoiar o projeto que destina as faixas em VHF para o AM brasileiro, com a finalidade que as emissoras AMs sejam sintonizadas em FM, através da faixa compreendida entre as freqüências 76 MHz a 88 MHz. Com base nas discussões ocorridas entre técnicos no Congresso SET 2011, isso deverá ocorrer após meados de 2016.

O AM poderá finalmente ocupar faixas em FM após a realização do “switch-off” da televisão, ou seja, quando as emissoras de TV deixarão de transmitir no modo analógico. Isso já ocorreu em vários países do mundo, como Inglaterra e os Estados Unidos (que encerrou as transmissões analógicas de TV em 2009). A previsão do “switch-off” brasileiro é para 2016, segundo informações do site técnico Teleco. Com isso o AM terá livre acesso a faixa FM que hoje é destinada a televisão.

A idéia é aumentar a possibilidade de acesso ao rádio AM, porém no primeiro momento as transmissões em AM deverão ser mantidas, realizando uma espécie de geração simultânea com o “novo AM em FM”. Diórgenes Lopes, colunista técnico do Tudo Rádio e técnico da TV Globo HD São Paulo, afirma que esse panorama é esperado por boa parte dos técnicos de emissoras da capital paulista e foi debatido pelos mesmos durante a realização do Congresso SET 2011, realizado na semana passada em São Paulo.

Em junho desse ano a Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) se manifestou oficialmente sobre a sua posição favorável à destinação da faixa de VHF, compreendida entre 76 MHz e 88 MHz, para permitir a digitalização das emissoras de rádio AM. A entidade disse que está certa de que a migração dessas emissoras para os canais 5 e 6 de televisão é o caminho mais adequado para o rádio AM brasileiro. Recentemente houve encontros entre a entidade e ministros para discutir o tema.

Colaboração de Diórgenes Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário