sexta-feira, 1 de abril de 2011

Record Rio tem irregularidades no Jornalismo em questão a grandes cargos

Por Editor do Site:



Se a Rede Record, quer atacar a Globo no Domingo Espetacular, sobre os direitos de transmissão do Brasileirao com direito a atacar sua principal concorrente Rede Globo, ja previo que a Record vai promover outro ataque so que talvez contra o sindicato de Jornalistas do Estado do Rio.



Antes de entrarmos nesse assunto, até imendando no assunto Rede Record, até mesmo no nucleo de teledramaturgia atores da Rede Record estão retornando a Rede Globo como é o caso de Rafael Primot, Gabriel Braga Nunes (Hoje em Insessato Coração) e outros, porque simplesmente a Record nao aproveitou bem, alguns atores que são mesmo ex-globais para permanecerem na Record mais se quer sao aproveitados e voltam a emissora global.



Vamos reproduzir a matéria que saiu no portal imprensa sobre as irregularidades do jornalismo da Record do Rio de Janeiro



Fonte: Rádio de Verdade


Créditos: Portal Imprensa



O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro informou que a TV Record Rio de Janeiro vem realizando algumas irregularidades trabalhistas. De acordo com o sindicato, os profissionais de jornalismo em cargo de chefia foram registrados irregularmente como radilistas, mesmo trabalhando na TV e exercendo funções de maior escalão.



Além disso, os jornalistas foram registrados com carga horário acima da carga máxima legalmente permitida para a atividade.



Em reunião entre os diretores do sindicato e representantes da Record Rio, a emissora alegou que os profissionais em questão receberam aumento salarial de cerca de 40% e que, agora, ocupam cargos administrativos. No entanto, os funcionários negam qualquer tipo de reajuste.



Os representantes do sindicato trataram de conscientizar a empresa da irregularidade da situação e aguardam novo posicionamento da Record, que ficou de verificar os contratos junto ao setor responsável.



*Com informações do Portal Imprensa



Nenhum comentário:

Postar um comentário