segunda-feira, 28 de junho de 2010

TRE pede cassação do mandato de Rosinha da prefeitura de Campos e mantem Casal Garotinho inelegivel

Fonte: O GLOBO ON LINE

SÃO PAULO - O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) rejeitou hoje o recurso apresentado pelo ex-governador Anthony Garotinho (PR) e sua mulher, Rosinha Garotinho (PMDB).

Os dois foram acusados de abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2008, quando Rosinha foi eleita prefeita de Campos Goytacazes. Com isso, o casal Garotinho fica inelegível por três anos.

A decisão do tribunal também cassou o mandato de Rosinha e determinou seu imediato afastamento do cargo de prefeita de Campos Goytacazes.

Na semana passada, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que iria aguardar uma posição do TRE-RJ para se pronunciar sobre o assunto.

Na expectativa de contar com o apoio do tribunal, Garotinho marcou para esta quarta-feira a convenção estadual do PR, quando pretendia se lançar na corrida ao governo do Rio de Janeiro.

Agora, para conseguir entrar na disputa, o ex-governador terá que derrubar no TSE a decisão do TRE-RJ. O registro de candidaturas, contudo, deve ser feito até o dia 5 de julho.

Segundo imagens da TV Record veiculada no programa Balanço Geral, a vereadora Clarissa Garotinho fez um protesto junto com seu grupo Jovens Republicanos na frente da sede do TRE


Nenhum comentário:

Postar um comentário