sexta-feira, 12 de março de 2010

3 Pastores da Igreja Mundial do Poder de Deus estão envolvidos com Trafico de Drogas

Em Mato Grosso do Sul, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu fuzis que iriam abastecer traficantes da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Três pessoas foram presas.

Os policiais faziam uma operação de rotina para revistar carros, mas ao vasculhar atrás de forros e embaixo dos bancos, a surpresa: sete fuzis desmontados. A apreensão foi na BR-262, que liga Corumbá a Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Segundo a polícia, os dois ocupantes do veículo, Sebastião Braz Neto, de 42 anos, e Felipe Jorge Freitas, de 33, são pastores evangélicos.

De acordo com os investigadores, os dois pastores disseram que mais uma pessoa estava envolvida no esquema de tráfico internacional de armas. Os policiais seguiram as indicações dos bandidos e prenderam o suspeito em Campo Grande. Ele também é pastor. Francisco de Moura, de 31 anos, foi preso em casa. Os três religiosos são da Igreja Mundial do Poder de Deus. Segundo a polícia, o grupo contou que as armas vieram da Bolívia e seriam entregues a traficantes do Morro do Martins, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Os fuzis são do modelo M15, fabricados nos Estados Unidos. “É um armamento usado em guerra, muito potente, muito moderno. É uma arma extremamente perigosa”, disse Valter Favaro, da Polícia Rodoviária Federal (MS). Ninguém da Igreja Mundial do Poder de Deus, em Campo Grande, se manifestou sobre a prisão dos pastores.

Fonte: Jornal Nacional - Rede Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário